O mestre de cerimônias!

Um dos maiores responsáveis para o sucesso de um evento é, sem dúvida, o Mestre de Cerimônias, que é o profissional encarregado de fazer a locução e conduzir os eventos e solenidades que por sua natureza requeiram rito específico e obediência a regras de protocolo, a partir de uma pauta atualizada, fornecida pelos organizadores e não devendo ser confundido com o Cerimonialista ou executar ambas as funções. A participação do Mestre de Cerimônias é imprescindível numa solenidade que se queira dar um tom oficial e clássico ao evento, cabendo a ele o papel de auxiliar direto da condução do protocolo.

Um bom evento corporativo além de todos os preparativos necessários, precisa ter um bom Mestre de Cerimônias, por isso a busca por um profissional qualificado para receber todos os seus convidados com simpatia e profissionalismo é cada vez maior. O sucesso do Mestre de Cerimônias é sua capacidade de auxiliar a solenidade, sem ofuscá-la com seu brilho pessoal pois quanto menos ele aparece, mais importante se torna e do seu bom desempenho dependerá o sucesso do evento. Ter conhecimento do cerimonial público e iniciativa, são requisitos básicos do Mestre de Cerimônias. Torna-se necessário familiarizar-se com o que irá acontecer no evento, redigir com os coordenadores o “Script?e a relação das autoridades, pela ordem de precedência.

Historicamente, algumas cortes européias e asiáticas mantinham senhores como Mestres de Cerimônias, responsáveis pela realização de todas as cerimônias imponentes, como a coroação de reis e recepções de nobres e embaixadores estrangeiros em visitas.

O bom Mestre de Cerimônias não deve subtrair a atenção para si, mas conduzi-la aos outros protagonistas da solenidade. Suas intervenções facilitam o encaminhamento de cada um dos momentos que compõem a ocasião, tal qual um maestro que conduz e harmoniza a música da orquestra. Todos os eventos exigem sobriedade e muita segurança, mesmo quando são eventos temáticos, onde o Mestre de Cerimônias precisa adequar seu vestuário ao que se propõe no evento.

Deve limitar-se no ato de apresentar a sequência do evento e não procurar “fazer o show? O Mestre de Cerimônias não é um “Show-man? mas um mediador, controlador da cerimônia que deverá ter boa voz, dicção e boa leitura, além de determinação e entusiasmo que convençam a platéia que está apresentando aquilo que corresponde às suas expectativas, complementados por clareza e objetividade, utilizando acima de tudo aquilo que temos de mais forte: o dom da palavra.

Também deve passar em sua voz seriedade, tranquilidade, emoção, alegria, dinamismo, charme e desenvoltura.

Alguns eventos onde desempenhamos nossas funções como Mestre de Cerimônias:
• Formaturas (colações de grau e baile), conferências, confraternizações, congressos, convenções, debates, fóruns, casamentos e homenagens especiais;
• Inaugurações, jornadas, lançamentos de publicações, noite de autógrafos, painéis, palestras, seminários.
• Simpósios, solenidades de posse, workshops, noites culturais, desfiles de modas.